jusbrasil.com.br
25 de Junho de 2017

A PEC da vaquejada é uma vergonha

Carolina Salles, Advogado
Publicado por Carolina Salles
há 4 meses

Tortura e abuso aos animais não podem ser cultural!

O art. 225, da Constituição Federal, enuncia que “todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para a presente e futura gerações”. Sendo assim, "vaquejada" submete animais a crueldade e a maus tratos. É inadmissível e inaceitável, em uma sociedade moderna e esclarecida que a "vaquejada" esteja em vigor no nosso país e ainda seja considerada um "esporte' genuinamente brasileiro e que representa toda uma nação! Absurdo né?

É de conhecimento técnico e atestado por veterinários, que os animais que são seres sencientes, sofrem dores terríveis ao terem suas caudas quebradas, assim como outras igualmente dolorosas e causadas por traumas devido a quedas.

Que tipo de ser humano pratica, aplaude, comercializa e legisla a vaquejada e ainda a classifica de" manifestação cultural "?

Uma coisa é certa: esse tipo de ser humano, pelo lucro às custas da vida de animais indefesos é capaz de toda e qualquer barbárie e de usar a politicagem como cúmplice das suas atrocidades

Assim sendo, nada mais natural de que o Senado tenha aprovado nesta terça-feira (14/02/17) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 50/2016) que permite a realização das vaquejadas. O texto apresentado pelo senador Otto Alencar (PSD-BA) após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) contra a prática. A PEC muda o artigo 225 da Constituição, que trata do meio ambiente e proibe a crueldade contra animais. De acordo com a PEC, não serão consideradas cruéis as práticas desportivas que usem animais, desde que sejam manifestações culturais previstas na Constituição e registradas como patrimônio cultural brasileiro e que sejam regulamentadas em lei específica que garanta o bem-estar dos animais.

Será que os senadores brasileiros nunca tiveram acesso a relatórios técnicos que comprovam que os animais que são forçados a participar das vaquejadas sentem dores intensas durante o evento, além de serem confinados e torturados antes dessa aludida" manifestação cultural " que na verdade nada mais é do que um show de horrores para esses animais que são vítimas da ganância de alguns humanos.

Lamento informar senadores que para muitos e muitos mesmos, brasileiros, a vaquejada não nos representa e certamente, essa prática será combatida até ser banida.

E caso alguém ainda discorde de que a vaquejada cause sofrimento aos animais, sugiro a dica do vereador Olimpio Oliveira de Campina Grande ao responder a afirmação do vereador Lula Cabral de que o boi tem seu sofrimento mais suave na prática do esporte atualmente. Olímpio Oliveira, propôs ao colega parlamentar - “Quem duvidar, vai ficar no lugar do boi. Eu proponho a ele (Lula Cabral) a troca”

#Ficaadica

10 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Os únicos conselhos veterinários que emitiram parecer favorável foram dos Estados mais interessados ... pq será?

A questão, como sempre, é político-eleitoreira ... a vaquejada inclui shows de forró, brega e sertanejo e, com isso, muita pegação e bebedeira ... e assim é que parte da população dá apoio.

Para o político é um modo de oferecer o circo que lhe valerá votos e apoio financeiro de organizadores. continuar lendo

É o que se espera do Lixo Legislativo brasileiro. Sacanagem e impunidade é só o que objetivam. continuar lendo

Perfeito, concordo plenamente. Vaquejada é tortura, não acredito que tem gente que ainda defende que é patrimônio cultural. continuar lendo

Com certeza o boi se sente mais confortável em um churrasco...
Quem for contra as vaquejadas, sugiro que não coma carne, porque a forma como os bois são abatidos (assim como o fato de serem) é muito mais desumana. Se ninguém comprar, não existirá abate.
Se ele (o boi) fosse consultado e pudesse responder com certeza diria sobre as vaquejadas: Deixa do jeito que está que está bom.
Não vou a vaquejadas assim como não como carne.
Não recrimino quem vá e coma.
Só não cultivemos hipocrisia.
. continuar lendo

Verdade, e nem tenha animais de estimação. continuar lendo