jusbrasil.com.br
21 de Outubro de 2021

Projeto que cria serviço veterinário público para cães e gatos

Vereador destaca que a saúde humana está ligada a saúde animal; população de baixa rede será beneficiada com a medida

Carolina Salles, Advogado
Publicado por Carolina Salles
há 7 anos

A sessão da Câmara Municipal de Maceió desta terça-feira, 25/11, foi marcada pela aprovação, por unanimidade, do Projeto de Lei (PL) nº 35/14 de autoria do vereador por Maceió, Wilson Júnior (PDT), que dispõe sobre a instituição de serviço veterinário público para cães e gatos no âmbito municipal. A iniciativa tem como finalidade a criação de um espaço mantido pelo executivo municipal para garantir o atendimento veterinário e demais procedimentos para esses animais.

O vereador destacou que a saúde humana está diretamente relacionada à saúde animal. Existem mais de 600 patógenos que afetam as pessoas e que podem ser transmitidos pelos animais. O aumento da população de animais domésticos nas residências amplia o risco de contágio das zoonoses, doenças transmissíveis dos animais aos homens e vice – versa.

Há inúmeras informações de doenças transmitidas por esses animais, como sarna sarcópica, micoses e verminoses, atingindo principalmente as crianças. Além destas, infecções bacterianas diversas, viroses como a raiva e hermatozoários acometem humanos de qualquer idade.

Já os surtos epidêmicos zoonóticos mais recentes se referem à leishmaniose, protozoários que pode ser transmitido pelo cão e a esporotricose, doença causada por um fungo e transmitida pela arranhadura do gato.

Wilson salientou na tribuna da Câmara que as pessoas carentes que querem e têm o direito de ter seu animal de estimação muitas vezes não detém o recurso financeiro. “Os custos são altos com tratamento, cirurgias se necessário e as administrações dos medicamentos. Vale lembrar que muitos insensíveis abandonam seus animas doentes nas ruas, por não poderem pagar o tratamento”, desabafou o parlamentar.

O vereador acrescentou que esse Projeto de Lei visa o amparo aos animas que precisam de cuidados, como também dará direito a todos de poder cuidar da “saúde de seus bichinhos de estimação”.

Durante a sessão que aprovou o PL, a vereadora Heloísa Helena (Psol) fez o uso da palavra: “O vereador Wilson Júnior está de parabéns pela iniciativa. Quem não liga para os animais ou menosprezam essa causa pode ter certeza que não liga nem para os seres humanos”.

O lado afetivo também foi levado em conta pelo vereador Wilson Júnior para criação desse PL. Existe o drama de certas famílias que presenciam o sofrimento de seus cães e gatos doentes que necessitam de diagnósticos, medicamentos ou cirurgias, e dependendo da sua condição financeira não tem como propiciar um tratamento que cure ou minimize seu sofrimento.

Quem também se associou a vereadora Heloísa aos elogios ao PL foi o vereador Pastor João Luiz (DEM). “Tenho projetos semelhantes ao do vereador Wilson Júnior e espero que o poder executivo saiba aproveitar essa ideia e por em prática. Gostaria de deixar essa Casa com projetos dessa natureza aprovados (Pastor João Luiz irá assumir o mandato de deputado estadual em 2015)”.

Wilson Júnior enfatizou que o Projeto de Lei ainda conta com a possibilidade de celebração de convênios com as instituições públicas e privadas para o atendimento dos animais. “Se um espaço específico não for construído em tempo hábil para os cuidados dos animais pertencentes aos maceioenses, outras alternativas podem ser dadas com a possibilidade de convênios, para que os cães e gatos não sofram”.

O vereador Kelman Vieira (PMDB) e futuro presidente da Casa Mário Guimarães finalizou as discussões do PL expondo: “Os mais carentes com certeza serão beneficiados com o Projeto do Wilson. Os animais não podem sofrer abandonados e maltratados como acontece em toda cidade”.

FONTE

13 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Que esse serviço de saúde aos animais seja obrigatório em todo o Brasil continuar lendo

Espetacular! Basta de assistir maus tratos e abandonos de animais. continuar lendo

Lembrando!.

Não estamos combatendo os maus tratos aos animais, e sim ajudando alguns (pouquissimos) que foram maus tratados.
E os que continuam sendo maltratados e abandonados?. continuar lendo

A atitude é boa!,

Mas ressalto que enquanto poucos tiram das ruas e cuidam, muitos fazem o inverso.
Em nosso Pais temos o habito de adotar ações inversa, do fim para o começo, ex;

Não temos lei (repito lei que funcione) que proibe e pune quem maltrata animais e destroe a natureza, mas temos pequenas ações que tentam corrigir os estragos que são causados por eles.
No meu entender, esta muito errado, e pouco resultado teremos, vamos combater de forma rigida e eficaz na origem e não no fim, porque o que não se destroe não tem o que se arrumar, certo? o que vcs estão fazendo é permitir que tenhamos destruição e maus tratos aos animais para termos o que consertar, ex:

- O abandono e maus tratos aos animais na RAIZ., quem são essas pessoas de verdade (com denuncias, multas altas e correção rapida e eficaz)
- A destruição da natureza (meio ambiente) e projetos mal feitos na RAIZ , quem são essas pessoas de verdade (com denuncias, multas altas e correção rapida e eficaz).

Isso sim é política eficaz e que funciona.

Todos nos sabemos que o Brasil é conhecido, como Pais da impunidade, leis que não funcionam, isso qdo tem.
Tudo é movido na base de acordos mal feitos, propina e etc.
Não vira nada, posso jogar um cachorro na rua que não da nada, porque as vezes aparece uma boa alma que vai pelo menos tentar salvar.
É isso o que acontece!, é isso que tem que acabar e urgentemente.

Ambientalista e protetores de animais, por favor, vão para esse lado, para que realmente possam ver aquilo que defendem funcionar de verdade, caso contrario passaremos muitos e muitos anos, para que pequenos resultados apareçam.
E a natureza e os animais não podem esperar. continuar lendo

Se vingar, parabéns aos bichanos, nada contra.
A saúde pública vai bem , obrigado.
Minha nora adotou um cachorro adulto abandonado na porta de sua casa, por que ?
O dono cansou do presentinho.
Educação e cultura, o melhor caminho para o investimento.
Animal de estimação é um ente da família, quem ama cuida. continuar lendo