jusbrasil.com.br
5 de Abril de 2020

BAESA lança o projeto Horta sem Agrotóxicos

Periodicamente, os colaboradores da BAESA recebem os alimentos cultivados no projeto Horta sem Agrotóxicos

Carolina Salles, Advogado
Publicado por Carolina Salles
há 6 anos

alttext

As mudas de árvores nativas da região, cultivadas no Viveiro Florestal Berço das Araucárias, estão dividindo o espaço com alimentos orgânicos produzidos para melhorar a alimentação dos colaboradores da BAESA lotados na Usina Hidrelétrica Barra Grande. Desde o início do ano, mudas de araucária, canela, pitangueira, cabreúva, angico e outras convivem lado a lado com legumes e verduras, como alface, rúcula, salsinha, cebolinha, couve, beterraba, cenoura.

Batizado de projeto Horta sem Agrotóxico, a iniciativa foi implantada após o encerramento, em novembro de 2013, do projeto de Reflorestamento, tanto na área ocupada pelo canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Barra Grande quanto na APP (Área de Preservação Permanente). A conclusão desse trabalho permitiu reduzir a produção de mudas nativas, cujo objetivo agora é fazer o cultivo para doação a escolas, prefeituras, instituições e população em geral. Com essa redução, o Viveiro Florestal passou a ter espaço disponível, além de infraestrutura e mão de obra. Diante da oportunidade, a colaboradora Khadine Appio apresentou o projeto Horta sem Agrotóxicos ao programa Banco de Ideias, obtendo a aprovação da Diretoria da BAESA e a imediata implantação.

O Projeto Horta sem Agrotóxicos foi criado para melhorar a qualidade de vida dos colaboradores da BAESA, através do incentivo ao consumo de produtos orgânicos cultivados no Viveiro Florestal Berço das Araucárias. Periodicamente, os alimentos são distribuídos gratuitamente para os colaboradores.

Fonte: http://www.adjorisc.com.br/jornais/correiodoslagos/on-line/regi-o/baesa-lancaoprojeto-horta-sem-ag...


0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)